... Porque parte de mim tem sede ... e a outra tem fome ... 

     Bem Vindo à Toca Da Leoa

                           Sensualidade & Erotismo à Flor Da Poesia




    



              


                
 
Textos


POEMA PORNÔ-SÉRIO



Quer seja curto ou comprido,
Quer seja fino ou mais grosso,
É um órgão muito querido,
Por não ter espinhos nem osso.

De incalculável valor
Ninguém tem um a mais
E desempenha no amor
Um dos papéis principais.

Quando uma dama aparece,
Ei-lo a pular com fervor,
Se é de um rapaz, estremece,
O de velho, tem pouco vigor.

O seu não é tão feio,
Pois tem sete letrinhas só.
Tem um R e um A no meio,
Começa com C e acaba em O.

Nunca se encontra sozinho,
Vive sempre acompanhado
Por dois orgãozinhos,
Junto de si, lado a lado.

O nome destes, porém,
Não gera confusões.
Tem sete letras também,
Tem L e acaba em ÕES.

Vou acabar com o embalo,
E com as más impressões:
Os órgãos de que eu falo -
São: o CORAÇÃO e os PULMÕES.

Pensou que era o que?
Óh mente poluída...
Redima-se enquanto for tempo!!!



(Dizem que é do Bocage).



►Click aqui e leia Poesias > Sensuais
Click aqui e leia "Meu Diário"
Click aqui e veja "Fotos"
 
InformaçõesInternet
Enviado por CléiaFialho em 17/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (*DIVULGUE A AUTORIA*É UM DIREITO DO CRIADOR COMPÔS*E UM DEVER DO LEITOR QUE GOSTOU*). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS. INCENTIVAMOS A DIVULGAÇÃO COM AUTORIA.
É UM DIREITO DO CRIADOR QUE SE DEDICOU A COMPOR.
E UM DEVER DO LEITOR QUE APRECIOU A OBRA.
(Manu Hawk)